Se Llama Copla – 2009/2010 – Semi-final do Casting – 05.09.2009

Assistimos com grande interesse no passado dia 5 de Setembro à semi-final do casting da edição 2009-2010 de Se Llama Copla, e ficámos com a impressão de que, uma vez mais, o comité de selecção fez trabalho rigoroso, susceptível de revelar novos e reais talentos.

Soubemos que PIVE AMADOR se desligou do júri permanente para assumir um papel – quiçá mais sensível e delicado – na nova fórmula do programa, e que a Professora de canto Raquel GARCIA MORILLA “La Brujha” substituirá este ano a excelente Sandra DE LA ROSA.

Saudamos a permanência no júri de Hilário LÓPEZ-MILLAN, garante da estabilidade e coerência dos critérios e processos de avaliação.

No nosso modesto entender, destacaram-se na semi final os candidatos seguintes:

Nayara MADERA, excelente voz (ainda que excessivamente arrebatada), primeiro candidato não-oriundo da Andaluzia, que demonstrou a segurança de quem não é principiante nas coisas do canto e do cante.

Mercedes RÍOS, algecirenha cuja elegância distinta e interpretação de “Tatuaje” nos sugeriram poder ser, na esteira de Gloria ROMERO, a representante de um registo lírico que nos parece essencial para garantir a vertente cultural do programa. Esta candidata – que estudou Jornalismo, Arte dramática e Dansa, e que já pisou os palcos de teatros como o Cervantes de Málaga e o Lope de Vega de Sevilha sob o nome artístico de Mercedes AMARO – dominou o cenário e deu à sua interpretação um notável tom dramático.

Laura LARREA, que cantando “Tengo miedo” demonstrou belissima voz, elegância, excelente presença em cena e estilo marcadamente coplero, com um potencial notável:

© CanalSur

Mayka GARCIA (a Maria Carmen GARCIA que na 2.a edição se bateu com Jonas CAMPOS interpretando muitissimo bem “La Lirio”), cujo regresso sobremaneira nos agrada, que não é principiante e que se distinguiu pela intensidade da sua presença e pelo bom nível técnico.

Rocio MOLINA, intérprete cujo desempenho em “Rocio” sugere fina sensibilidade:

© CanalSur

Selene MOLINA, cujos 16 anos não permitiam prever a segurança e a intensidade com que interpretou “La Lírio“:

© CanalSur

Por fim, Alejandra RODRIGUEZ, para nós a melhor presença da noite, cuja magnífica – e intímissima! – interpretação de “Vino amargo” convenceu e arrebatou. Se Alejandra não ganhar esta edição, chegará certamente a uma das posições mais altas.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

A partir de hoje, esta página também é a página de todos os visitantes que nela se quiserem exprimir, em qualquer língua. Com uma condição: que a urbanidade e o respeito pelas pessoas sejam preservados.

2M

Anuncios

Publicado el 8 septiembre, 2009 en Uncategorized y etiquetado en , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guarda el enlace permanente. Deja un comentario.

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: