Archivos Mensuales: enero 2010

Se Llama Copla – 2009/2010 – Gala 20 – 30.01.2010

Primeira gala “fatal”, principio da subida lenta, mas inexorável, até à final.

Convidado: Pansequito, aka José Cortés Jiménez, Cantaor, marido da grande Cantaora sevilhana Aurora Vargas. Nascido em La Línea de la Concepción, cresceu em Puerto de Santa Maria. Tinha quinze anos quando Manolo Caracol o ouviu e contratou para trabalhar em Ma drid, nos “Canasteros”, o seu célebre tablao flamenco.  Na mesma época também cantou em várias companhias de baile flamenco, entre elas a de Antonio Gades.

Artista profícuo, a sua carreira nos últimos anos está centrada nos festivais andaluzes em Espanha e no exterior. Das suas gravações mais recentes destaca-se “A mi bahía” (2001) e “Un canto a la libertad” (2009).

Esteve discreto, excepto em dois momentos: quando “castigou” Mercedes alinhando-se pela votação dos outros membros do júri, e quando premiou Juan Carlos… pelas suas raízes gaditanas.

Deu-nos uma versão algo atípica de “La Salvaora”, quiçá condicionada pela decisão radical de não se inspirar nas versões do [seu] Mestre Caracol.

As melhores presenças da noite:

Verónica, que com “Tres tres” teve o seu merecidíssimo triunfo. De destacar a sua extraordinária versatilidade artística, bem visível quando se analisam as suas interpretações da copla desta gala e de “La Loba”.

© CanalSur

Alejandra, interpretando “Habla con los ojos” com a sua habitual segurança e mestria. Esteve menos bem quando deixou instalar a polémica estéril relativa às questões “estratégicas”, tão estéril quanto desencadeada por asserção (“… Todo son estrategias…”) de que ela própria é autora.

© CanalSur

Laura, que bordou o “Romance de Zamarrilla” num magnifico vestido de Sevillania.

© CanalSur

Álvaro, pela sua magnifica prestação no desafio que o opôs a Mercedes.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Tiveram actuações de destaque nesta Gala 20:

 
Sandra ARCO manteve a sua alta qualidade interpretativa, enriquecida pela doçura de que faz prova ao ser capaz de dominar cada vez melhor a voz. Cantou “La cruz de mayo” e luziu um belo vestido de Miguel REYES.


© CanalSur

Raquel PEÑA estreou-se com uma primorosa interpretação de “Calandria, calandria”, peça quase desconhecida do imenso acervo da copla espanhola. Raquel impressionou particularmente pelo controlo vocal e pela segurança da sua presença cénica:

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sobre o júri:

Pepe GOMEZ esteve bem, e apreciámos sobremaneira o 10 que deu a Verónica.

Maria JIMÉNEZ esteve muitíssimo bem, não só pelo 10 que também deu a Verónica, mas ainda pela acutilância das suas observações sobre a lamentável atitude de Mercedes.

Hilário LOPEZ teve uma das suas melhores noites de gala, em que deu largas à sua excelente (e sempre oportuna!) veia poética.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Pive AMADOR suportou – pela derradeira vez – a impertinência e deslealdade de Mercedes RÍOS. Manteve-se estoicamente fiel ao sentido do dever profissional que sempre demonstra, fazendo passar a objectividade na apreciação da personagem à frente dos sentimentos que inspira. Apreciámos o seu voto de confiança em Álvaro.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Por razão de ausência, este post é curto e terá que ser completado conforme as possibilidades de acesso aos recursos informáticos indispensáveis. Aqui deixamos as nossas desculpas a todos os visitantes. Grande OBRIGADO ao canal Youtube de Atanasiass, pelos excelentes videos e a amabilidade em consentir a sua utilização!

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

2M

Anuncios

Se Llama Copla – 2009/2010 – Gala 19 – 23.01.2010

Gala especial de repesca, que produziu o 11° e último candidato à fase final.

Tivemos o prazer de rever Selene MOLINA, Mª Jesús DURÁN, Carolina BARROSO, Inma PANIAGUA, Mª Ángeles FERNÁNDEZ, Miriam JAÉN, Maika GARCÍA e Abraham RUIZ.

© CanalSur

As melhores presenças da noite:

Selene MOLINA deixou-nos com duas actuações de qualidade e arte inexcedíveis: A tu vera e “Tengo miedo“. Duende, quejio, serenidade (já lhe chamámos “selenidade“…), e uma dignidade imensa, um fairplay impressionantes numa jovem de 16 anos.

© CanalSur

Se de alguma forma o destino de Selene não foi aquele em que este blog teria votado, também o facto de Selene regressar à sua rotina de estudante de arte nos satisfaz plenamente, pois sentimos que será fundamental para que tenha um grande destino na cena musical europeia. OLÉ E ATÉ SEMPRE, CHIQUILLA!

 

Abraham RUIZ cantou “El Maletilla” e teve, no nosso modesto entender, a melhor noite de todas em que participou em Se Llama Copla. Impressionou pelo trabalho meticuloso de afinação e expressão vocal que o caracterizam, premiado merecidamente com o acesso à fase final do programa.

© CanalSur

Foi particularmente agradável rever e ouvir Maria Jesus DURÁN bordando com arte e suma elegância “Clavá en mi amargura“. Artista nata, Maria Jesus foi uma das presenças que emprestou à gala uma enorme mais valia. Luziu um vestido de Pepa CASTRO, um dos mais belos da gala.

© CanalSur

Miriam JAEN deu-nos uma das melhores versões de “La Paula” que já ouvimos em Se Llama Copla. Melhorou nitidamente a prestação cénica, e em termos de interpretação e de voz também são evidentes os enormes progressos que fez.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Tiveram actuações de destaque nesta Gala 19:

Inmaculada PANIAGUA esteve muito bem cantando “Cuchillito de agonia“. Vestido de Amparo MACIA, belíssimo e digno da sua requintada elegância.

© CanalSur

Carolina BARROSO deliciou-nos com “Échale la red“. Notou-se o esforço enorme – e altamente meritório – que fez nos meses de ausência para tentar ultrapassar as dificuldades que o jurí lhe apontava. Esteve muitíssimo bem!



© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sobre o júri:

Pepe GOMEZ: esteve humano (tanto quanto esta gala exigia), sem nunca deixar de ser analítico e objectivo.

Maria JIMÉNEZ: pareceu-nos ausente, algo desinteressada. Pontuou bem.

Hilário LOPEZ: esteve bem, ainda que por vezes indeciso entre a arte e a tecnica.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Partilhamos integralmente a decisão de Pive AMADOR, claramente assumida, coerente com a atitude na polémica sobre a arte e o esforço, que há uns meses teve com Maria JIMENEZ.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

2M

Se Llama Copla – 2009/2010 – Gala 18 – 16.01.2010

Convidado: Carlos VARGAS, sevilhano. Excelente voz, cantou uns Tientos del reloj cheios de relevo e de sensibilidade.

Alejandra abriu a gala cantando “Canción del fuego fatuo”, honrando Manuel de Falla e demonstrando que poderia sem qualquer dificuldade fazer parte do elenco de “El Amor Brujo”.

© CanalSur

As melhores presenças da noite:

Sandra Arco cantou”En el último minuto” com a contenção e a doçura certamente imaginadas por Rafael de León. Cada vez tem maior controlo sobre a voz, e o desempenho cénico foi dos mais belos a que até hoje assistimos no programa. Vestida com subtil elegância por Miguel REYES.

© CanalSur

Laura bordou “Puertecita de mi casa”, interpretando esta bela copla por bulerías com a segurança, a força e a estética copleira que a caracterizam.

© CanalSur

Verónica Carmona construiu “Castillitos en el aire” integrando-se de forma magnífica na temática da copla que lhe coube defender. Excelente interprete, sólida, beneficia do recuo que a idade lhe proporciona. Luziu vestido exuberante de Amparo MACIA.

© CanalSur

Juan Carlos defendeu com brio pouco usual “Que guapa eres”, sugerindo ser este o estilo de copla em que tem mais possibilidades de brilhar.

© CanalSur

Enfin, Karen PÉREZ CARMONA, que nos deu uma adorável interpretação de “Señora vecina“, não pontuada pelo júri para  evitar ferir as susceptibilidades dos candidatos mais inseguros!

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Tiveram actuações de destaque nesta Gala 17:

Nazaret COMPAZ estreou-se com “La rosa de Capuchinos”. A sua grande experiência prévia à entrada no programa ficou evidenciada: Nazaret não é uma principiante, a sua actuação assumiu qualidade e impacto de predestinada a disputar a finalíssima. Belíssima voz, bela presença em palco.

© CanalSur

Mercedes RÍOS
, que cantou “Almudena” com o seu habitual rigor e elegância. Hilário definiu-a com pertinência como “animal de cenário”. Concordamos plenamente com a definição. Belíssimo – e “salerosissimo”! – vestido de Angeles VERANO.

© CanalSur

Álvaro LÓPEZ estreou “Mi pena” em “Se llama Copla”, também copla por bulerías, cuja letra magnífica foi escrita por Antonio García Padilla, pai de Carmen Sevilla, aparentemente em homenagem a Miguel de Molina. Esteve muito bem, mas a dificuldade que tem em sensibilizar os telespectadores levou-o ao desafio final, de que Juan Carlos oportunamente o extraiu.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Despediu-se Mari Angeles FERNANDEZ, com muito pouca elegância, talvez fruto da falta de maturidade. Mas não podemos deixar de comparar a sua atitude com o extraordinário fair play de Selene MOLINA, que caiu em pé, com dignidade impressionante, frente a uma barreira de profissionalismo virtualmente intransponível.

Daqui saudamos Raquel PEÑA, pela sua excelente voz e persistência.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sobre o júri:

Pepe GOMEZ: foi directo e acertadíssimo quando opinou sobre as controvérsias que grassam entre os candidatos.

Maria JIMÉNEZ: foi pertinente e pontuou bem. Apreciamos sobremaneira o 10 com que reconheceu o mérito da interpretação de Sandra, e o oportuno e excelente àparte que teve ao pontuar Laura. OLE MARIA!

Hilário LOPEZ: contido nas pontuações, esperamos que mantenha a coerência e desempenhe a importante missão de árbitro esclarecido para a qual é reconhecidamente competente.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Pive AMADOR mais uma vez se viu obrigado a exercer as suas competências pedagógicas em benefício do programa. Sem qualquer preocupação de correcção politica, definiu e explanou frontalmente a diferença entre companheirismo e compadrio. Manter Verónica CARMONA no concurso foi decisão não só justíssima, que saudamos efusivamente, mas também em estrita coerência com a orientação de fundo imprimida por Pive AMADOR a Se Llama Copla.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

2M

10.000 visitas 10.000!

Hoje, pelas 9 horas da manhã (hora de Lisboa), recebemos a 10.000a visita desde a abertura do blog em 9 de Julho de 2009, ou seja há quase precisamente 6 meses.

Se as informações prestadas pelos sites especializados são fiáveis, o nosso visitante 10.000 veio do Peru. Daqui temos o prazer de o saudar, saudando com ele todos os outros que abrem todos os dias a nossa porta.

Obrigado a todos, e VIVA LA COPLA!

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

 

Hoy, por las 9 horas de la mañana (hora de Lisboa), hemos recibido la 10.000a visita desde la inauguración del blog el 9 de Julio de 2009, o sea hace casi precisamente 6 meses.

Si las informaciones fornecidas por los sites especializados son fiables, nuestro visitante 10.000 ha venido del Peru. Desde aquí tenemos el gran placer de saludarle, saludando al mismo tiempo todos los otros que abren todos los dias nuestra puerta.

Gracias a todos, y VIVA LA COPLA!

A %d blogueros les gusta esto: