Archivo del sitio

Se Llama Copla 5 – Gala 04 – 08.10.2011

Juan Antonio GONZÁLEZ – “Patio Banderas, de Currito e Monreal

© CanalSur

Selina DEL RÍO – “Puentecito, de Perelló e Monreal. Vestido de Aurora Gaviño.

© CanalSur

Jonathan SANTIAGO – “Puerto camaronero, de García Padilla e Mostazo

© CanalSur

Álvaro DÍAZ – “La niña de Punta Umbría, de Ochaita, Valerio e Solano

© CanalSur

Mari Carmen MOLINA – “Feriante, de Román e Cepero. Vestido de Pitusa Gasul

© CanalSur

Cintia MERINO – “La salinera, de García Padilla e Mostazo. Vestido de Ana Torres.

© CanalSur

Rocío PELÁEZ – “Calle Elvira, de Montes e Lito. Belo vestido de Sonia  & Isabelle.

© CanalSur

Macarena SOTO – “Corona de perlas, de Pérez Ortiz, Naranjo, Rivas. Belo vestido de José Hidalgo.

© CanalSur

Juan Francisco CURADO – “Falsa monea, de Perelló, Mostazo e Cantabrana

© CanalSur

Ana Pilar CORRAL – “Separaos, de Ignacio Román e R. Jaén. Vestido de Misura.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio para a imunidade:

Álvaro DIÁZ vs Jonathan SANTIAGO – “Antonio Vargas Heredia, de Mostazo, Merenciano e Oliva.

© CanalSur

Desafio:

Juan Antonio GONZÁLEZ vs Cristina SERRANO – “La bien pagá, de Perelló e Mostazo.

© CanalSur

O júri decidiu dar acesso ao concurso a Cristina SERRANO, cujo nível artistico é sem dúvida elevado, mas que carece da originalidade interpretativa que é a marca do desafiado.

Saúdamos Juan Antonio GONZÁLEZ, cuja passagem por Se Llama Copla é um magnifico exemplo das fronteiras que a arte não tem.

Se Llama Copla 4 – Viernes noche – 28.01.2011

Foi grande o prazer induzido pela presença da excelente Inma DEL RÍO, que abriu o programa com “Nostalgia” de J. Calderón e J. Cuacci.


© CanalSur

Enfrentaram-se na primeira volta do desafio:

Macarena ROLDÁN – “Tientos del cariño“, de Gordillo, Quintero e León Arias


© CanalSur

Fran DOBLAS – “Calle Elvira” de H. Montes e Lito


© CanalSur

e Inma GARCÍA II.

O júri deu passagem à segunda volta a Inma GARCÍA II e a Fran DOBLAS, que se enfrentaram com a copla “La Zarzamora“, de Quintero, León e Quiroga:


© CanalSur

Fran DOBLAS estará presente na gala de amanhã.

Inma DEL RÍO fechou o programa com uma magnifica versão por bulerías de “Tres puñales” de León e Solano:


© CanalSur

Se Lama Copla 4 * Gala 00 * 25.09.2010

Final do casting da 4.a edição.

Convidada: Maria VIDAL. Humana, pedagógica.

Cristina GARCIA e Pedro CENTENO acumulam – de pleno direito e por mérito próprio -as funções de bailarinos e coreógrafos.

Saudamos a excelente profissional e pedagoga que é Sandra DE LA ROSA, de novo incumbida da formação vocal dos candidatos

*-*-*-*-*-*

Abriu a gala a candidata Maria AGUILAR VELA com uma interpretação correcta de Tengo miedo de León e Solano. Vestido de Aurora GAVIÑO.


© CanalSur

Continuou o cordobéz Álvaro VIZCAINO, que nos deu uma surpreendente versão de La Salvaora, de Quintero, León e Quiroga, plena de quejio e de força. Não temos dúvidas que Álvaro será um dos pilares desta edição.


© CanalSur

De Jaén veio Macarena ROLDÁN, que cantou sem segurança nem convicção La morena de mi copla de Jofre e Castellano. Vestida por Loli VERA.


© CanalSur

La Línea de la Concepción – que já produziu grandes artistas como Erika LEIVA,  Sandra CABRERA e Miriam DOMINGUEZ, colocou na final do casting Anaraida SANCHEZ e Mario FERNANDEZ.

Anaraida SANCHEZ, elegantemente vestida por Ángeles VERANO, interpretou Amor maldito de Bázan e Rabay com a intensidade e a grandeza de uma veterana: grande, grande voz; excepcional sentido dramático, e execução cénica magnifica. Olé e olé por Anaraida!


© CanalSur

Mario FERNANDEZ – arquitecto de profissão – cantou Tus ojos negros de León e Quiroga, com singeleza, segurança, e impressionante sentido estético.


© CanalSur

A cordobesa Remedios CASTRO pôs toda a arte, doçura e originalidade em Elvira la cantaora, de Quintero, León e Quiroga. Belíssimo vestido de CAÑAVATE.


© CanalSur

Francisco DOBLAS, sevilhano e o mais jovem dos finalistas do casting, cantou e encantou com uma copleirissima versão de Calle Elvira, de Montes e Lito.


© CanalSur

Mariló RUIZ, malaguenha, cantou com sentimento e simpatia Sombra de mi sombra, de León e Solano. Vestido de Luchi CABRERA.


© CanalSur

Verónica ROJAS e Jéssica RIZZO foram as embaixatrizes gaditanas.

Verónica ROJAS cantou com técnica e estética perfeitas El dia que naci yo, de Quintero, Guillén e Mostazo. Espectacular vestido de Petro VALVERDE.


© CanalSur

Jéssica RIZZO interpretou com um estilo muito pessoal e originalíssimo A ciegas, de Quintero, León e Quiroga. Vestido também muito original de Ángeles ESPINAR.


© CanalSur

Marisol DELGADO, granadina, esteve perfeitamente à vontade cantando No te mires en el rio, de León e Quiroga. Vestido de Francisco TAMARAL.


© CanalSur

Inma GARCIA II – malaguenha com uma dose impressionante de arte e salero – deliciou-nos com Amantes de abril e mayo, de Quintero, León e Quiroga. Auguramos-lhe uma longa estadia no programa! Vestido de Manuela BERRO.


© CanalSur

Disputaram ao desafio o 10° lugar:

Macarena ROLDÁN, que cantou muito insegura os Tientos del cariño, de Gordillo, Quintero y León.


© CanalSur

Jéssica RIZO confirmou a sua originalidade cantando La bien pagà de Quintero, León e Quiroga.


© CanalSur

Inma GARCIA II, que com uma magnifica e emocionante interpretação de Carcel de oro de Quintero, León e Quiroga, arrebatou metade dos votos expressos pelos telespectadores quando já passava das duas da madrugada. Olé e olé por Inma!


© CanalSur

São assim candidatos :

Maria AGUILAR VELA
Álvaro VIZCAINO
Anaraida SANCHEZ
Mario FERNANDEZ
Remedios CASTRO
Francisco DOBLAS
Mariló RUIZ
Verónica ROJAS
Marisol DELGADO
Inma GARCIA II

Quanto ao júri dos castings:

Felicitamos vivamente LorenaPive AMADOR, e Hilario LÓPEZ pelo excelente trabalho realizado, cujos resultados são evidentes na elevada qualidade artística dos candidatos seleccionados.

Se Llama Copla – 2009/2010 – Gala 27 – Semi-final – 20.03.2010

Convidada: Maribel LLAUDÉS SANTIAGO, conhecida pelo nome artistico de Karina. Natural de Jaén, tem longa carreira de cantora e actriz. Representou Espanha no Festival da Eurovisão de 1971. Apreciámos o carinho que demonstrou por todos os concorrentes, e louvamos, pois é de grande senhora, o apelo que fez aos editores para lançarem gravações das vozes de Se Llama Copla.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Grande voz, não só da copla mas também da canção espanhola, Sandra deu-nos uma habilíssima interpretação de Ten cuidado”, toda ela construída de forma a não ser possível compará-la com qualquer outra. Controle de voz perfeito, sentimento, cenografia genial. Vestido de Luchi CABRERA.


© CanalSur

Paco QUINTANA:          Cariá la sanluqueña

© CanalSur
 

Alejandra transfigurou-se ao assumir o registo de “Con ruedas de molino”, radicalmente diferente daqueles a que nos acostumou. A prudência detectável no início da sua actuação, foi amplamente compensada pela excelência com que evoluiu e culminou. Vestido – belissimo! – de Ángeles VERANO.

© CanalSur
 

Nazaret cantou “Tientos del remordimiento” com intensidade, suma elegância, e perfeita integração cenográfica desta belíssima peça. Luziu uma original criação de Petro VALVERDE.

© CanalSur

Verónica surgiu em cena apaziguada, serena, independente do júri, esquecida dos desgostos que o publico lhe tem causado… e assim teve a sua grande noite. Cantou “Calle Elvira” com a delicadeza, subtileza que elevaram uma copla ligeira a uma obra maior. Elegantissimo vestido de Pilar VERA.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sobre os desafios:

Paco QUINTANA cantou “A ciegas”:

© CanalSur

contra “En una esquina cualquiera” cantada por Nazaret COMPAZ:


© CanalSur

Tratando-se de dois cantores de grande qualidade, a diferença de níveis artísticos ficou bem evidente, nomeadamente no que diz respeito à sensibilidade cénica e dramática, que Paco tão só aflora. Congratulamo-nos com o acesso de Nazaret à final, que nos parece ter sido possível pela independência de Pive AMADOR em relação a critérios de correcção politica.

Sandra ARCO cantou “Amor maldito”:

© CanalSur

contra “La Salvaora” cantada por Veronica CARMONA:


© CanalSur

Ambas se ultrapassaram, dando-nos alguns dos momentos mais belos, intensos e explosivamente estéticos desta edição do concurso. Admiramos profundamente Sandra e Veronica, e julgamos objectivos e bem fundamentados os critérios adoptados pelo júri para levar Sandra à final. Devem também destacar-se a grande dignidade e a postura elegantíssima que ambas adoptaram num dos momentos mais sensíveis que viveram ao longo do programa.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Em versão coral, concorrentes e ex-concorrentes cantaram “Un abanico español”

© CanalSur

e “Campanera”

Vestuário de Sevillanía e Brox Sister

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*


Sobre o júri:

Pepe GOMEZ, Maria JIMÉNEZ, Hilário LOPEZ, Pive AMADOR: como os bons vinhos, chegam à recta final mais encorpados, pertinentes, filosóficos. Estão de parabéns!

2M

*** Letras em LETRAS/GALA SLC ***

A %d blogueros les gusta esto: