Archivo del sitio

Se Llama Copla 5 – Gala 07 – 29.10.2011

Selina DEL RÍO – “La rosa del Altozano, de León e Pavón. Esplêndido vestido de Aurora Gaviño.

© CanalSur

Jonatan SANTIAGO – “Tus cinco toritos negros, de Benítez Carrasco e Solano

© CanalSur

Cristina SERRANO – “Que me perdone Dios, de Molina Molés e Gordillo. Belissímo vestido de Nelson e Carreras.

© CanalSur

Mari Carmen MOLINA – “Romance de valentía, de Quintero, León e Quiroga. Vestida por Ismael Domínguez.

© CanalSur

Álvaro DÍAZ – “La Salvaora, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Macarena SOTO – “Quiéreme que tengo tela, de León e Solano. Vestido de Pepe Fernández e Sevillania.

© CanalSur

Cintia MERINO – “La gente, de León, Molina Molés e Quiroga. Vestida por Amparo Macía.

© CanalSur

Rocío PELÁEZ – “Carmen de España, de Quintero, León e Quiroga. Vestida por Sonia e Isabelle.

© CanalSur

Juan Francisco CURADO – “Cantiña, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Ana Pilar CORRAL – “Los piconeros, de Perelló e Mostazo. Vestida por Cañavate.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio para a a imunidade:

Álvaro DÍAZ vs Jonathan SANTIAGO – “Ni se compra ni se vende, de Monreal.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

Macarena SOTO vs Óscar CALDERÓN – “Capote de grana y oro, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Magnifica interpretação de Macarena SOTO, que mereceu plenamente a sua permanência no concurso!

Anuncios

Se llama Copla 4 – Gala 08 – 20.11.2010

Anaraida SÁNCHEZ, que manifestamente ainda não digeriu a sua [aparente] dificuldade em tocar o grande publico, investiu todas as suas qualidades para nos dar uma brillante interpretação de La virgen de la Macarena (Monterde e Calero). Na nossa modesta opinião, foi a estrela da noite. Luziu belissíma criação de Pitusa GASUL.

© CanalSur

Isabel GENIZ prossegue um percurso baseado em persistente trabalho, bom senso, sentido de responsabilidade, culto da perfeição, desenvoltura… e um grande sentido de humor. Cantou e bailou – muito, muito bem! – Carmen de España (Quintero, León e Quiroga). Vestido de Luchi CABRERA.

  


© CanalSur


Inma GARCÍA II foi vitima de um acidente interpretativo que de algum modo afectou a interessante versão de Vámonos pa Cai (Perelló e Mostazo) que tinha preparado.  Foi pontuada com extremo rigor, felizmente atenuado pela objectividade da pontuação publica. Vestido de Ángeles VERANO.


© CanalSur

Enfrentou a situação com la vena y desparpajo que lhe são próprios:

© CanalSur
Foram as excepcionais qualidades interpretativas de Verónica ROJAS que deram valor a uma copla difícil, desconhecida e barroca  – No se va la paloma (Ochaíta, Valerio e Solano). Vestido (original!) de Mame DE LA VEGA.

© CanalSur


Álvaro VIZCAÍNO interpretou Cariá la sanluqueña (Ochaita, Valerio e Solano) com a originalidade e o nível de perfeição técnica que lhe são próprias. Entendemos a pontuação do júri demasiado penalizante em relação às ligeiríssimas falhas que lhe foram apontadas.

© CanalSur


Remedios CASTRO defendeu muito bem Te he de querer mientras viva (León e Quiroga). Continua a demonstrar alguma insegurança em cena, talvez por ainda não ter encontrado o angulo certo que lhe convém apresentar ao publico. Vestido elegantissímo de Loli VERA.

© CanalSur


Patricia DEL RÍOPuerto camaronero (García Padilla e Mostazo). Vestido de Manuela BERRO.


© CanalSur

Rocío NAVARRO“No me quieras tanto” (Quintero, León e Quiroga). Vestido de Ana MORENO.

© CanalSur


Fran DOBLASSeñorita (León e Solano)

© CanalSur

Juanma JEREZCon divisa verde y oro (Quintero, León e Quiroga)

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

 Desafio caótico, integralmente cantado sob o signo do descontrole nervoso das adversárias, vitimas da hipotética maldição de “Ay, Maricruz” (Valverde, León e Quiroga).

© CanalSur

Sendo a vitória de Rocío NAVARRO tecnicamente justa, logo indiscutível, a interpretação de Sandra RUIZ pareceu-nos contudo mais bem conseguida de um ponto de vista exclusivamente estético.

 *-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Quanto ao júri:

Pive AMADOR e Manuel LOMBO tiveram intervenções pertinentes, sem reparo.
Marta QINTERO e Hilario LÓPEZ pareceram-nos ausentes, distraídos. Hilário chegou mesmo a emitir asserções algo recursivas, nomeadamente sobre a adaptação de certas coplas ao sexo dos respectivos interpretes.

A %d blogueros les gusta esto: