Archivo del sitio

Se Llama Copla 5 – Viernes noche 14 – 16.12.2011

A presença de Álvaro DIÁZ em Viernes noche atentou aos principíos de equidade e de igualdade de tratamento dos candidatos. Ainda que menos grave que a presença em actuações publicas de membros do jurí e de candidatos (como a que na passada edição ocorreu com Manuel LOMBO e Verónica ROJAS), consideramos que o concurso ganharia em preservar-se de situações como esta, e das controvérsias que delas inevitávelmente resultam.

Que fique bem claro: este comentário em nada visa Álvaro DIÁZ, artista excelente e pessoa correctissíma, que por isso mesmo não merecia nem devia ser envolvido em tão desagradável incidente.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sandra ARCO abriu a 14.a edição de Viernes noche cantando Procuro olvidarte, de Manuel Alejandro.

Demonstrou estar em forma excelente e manter bem acesa a chama da sua força interpretativa:

© CanalSur

Ana Pilar CORRAL – “Niña Caracola, de Kola e Castellano:

© CanalSur

Manuel CRIBAÑO – “A tu vera, de León e Solano:

© CanalSur

Alvaro DIÁZ – “El emigrante, de Valderrama, Pitto e Serrapi:

© CanalSur

Oscar CALDERÓN – “Separaos, de Román e Jaén

© CanalSur

Sandra ARCO – “Amor maldito, de Bazán e Rabay

© CanalSur

Eva María HIERRO – “No me quieras tanto, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Isabel María RÍCO – “Locura de mi querer, de Molés e Gordillo

© CanalSur

Ana Pilar CORRAL vs Isabel María RÍCO – “Antonio Vargas Heredia, de Mostazo, Merenciano e de la Oliva

© CanalSur

O jurí ad hoc decidiu afastar Ana Pilar definitivamente do concurso, enviando Isabel María ao desafio da Gala 14.

Se Llama Copla 4 – Gala 29 – Final – 16.04.2011

Gala final da 4.a edição

Alejandra RODRIGUEZ abriu musicalmente a pré-gala cantando “Tientos del cariño” (Molina, Gordillo, Quintero e León Arias). Subtil, magistral: domínio perfeito do cenário e dos textos poético e musical! Vestido esplêndido de Eva ZAMORANO.


© CanalSur

Veronica ROJAS deu início à recta final do concurso interpretando “En una esquina cualquiera” de León, Molina Moles e Quiroga. Vestida por Matilde CANO.


© CanalSur

Seguiu-se Alvaro VIZCAÍNO, mesmerizante com a sua pessoalíssima versão de “Limosna de amores” (Quintero, León e Quiroga).


© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ resumiu o seu magnifico percurso no programa interpretando “Te he de querer mientras viva“, de León e Quiroga. Sentimento, quejío, fabuloso sentido estético e interpretativo. Grande Anaraida, grande, grande Anaraida! Luziu belíssimo vestido de CAÑAVATE.


© CanalSur

Concluiu a primeira parte Fran DOBLAS, com uma boa interpretação de “Pastora Imperio” (León e Solano).


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Alejandra RODRIGUEZ introduziu os desafios finais com uma das suas coplas de referência. Cantou “El emigrante” (Valderrama, Pitto e Serrapi), conseguindo inovar e recriar a sua própria versão. Vestida com suprema elegância por MISURA.


© CanalSur

Veronica ROJAS e Alvaro VIZCAÍNO disputaram o primeiro desafio cantando, respectivamente, “Tatuaje” (Valerio, León e Quiroga) e “Mi niña Lola” (Moles, Torres Garzón e Rivas).


© CanalSur

O público decretou o 4.o lugar para Verónica.

Coube em seguida a Anaraida SANCHEZ (vestida por CAÑAVATE) enfrentar-se a Alvaro VIZCAíNO. Desafio de gigantes, cujas vozes e estilos cobrem os mais largos espectros da copla, em que cantaram, respectivamente “Mi amigo“, de León e Solano, e “Romance de Juan Osuna“, de Quintero, León e Quiroga.

O público decretou o 3.o lugar para Alvaro.


© CanalSur

O primeiro lugar foi disputado entre Fran DOBLAS e Anaraida SÁNCHEZ.

Fran cantou “Sevilla” (Alejandro e Beigbeder), e Anaraida deu-nos uma impressionante exibição de canto e desempenho dramático interpretando “La Loba” (León, Molina Moles e Quiroga).

O público decretou o 1.o lugar para Fran DOBLAS.


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Considerações finais

Nível artístico:

No início desta edição notou-se alguma dificuldade na selecção de concorrentes de alto nível. É de sublinhar que os quatro finalistas tenham sido exclusivamente concorrentes da primeira hora.

A organização do concurso revelou grandes fraquezas no que respeita aos dispositivos de arbitragem. Em muitas ocasiões a apreciação do júri foi totalmente neutralizada pela votação do público, noutras ocasiões a perseverança do júri em manter candidatos manifestamente indesejados pelo público introduziu distorções com impacto certo no resultado final.

Candidatos:

Pasaram pelo concurso excelentes candidatos, estrelas potenciais que brilharão no panorama musical espanhol. São de destacar:

Remedios CASTRO, Isabel GENIZ, Patricia DEL RIO, Maria Jose AGUILAR, Rocío NAVARRO.

Produtor:

Pive AMADOR acrescentou mais um êxito rotundo aos anteriores. Brilhou também pelas atitudes francas e transparentes.

Júri:

Globalmente, esteve bem.

Marta QUINTERO foi o elemento mais operante, mais prudente e mais sereno. Nota máxima!

Hilário LOPEZ aliou a serenidade e displicência dos decanos sábios à participação construtiva, que só falhou pontualmente em raras galas.

Manuel LOMBO : começou muitíssimo bem, comportando-se como meteoro em ascendência até ao fim de 2010. A partir daí deixou-se envolver em situações menos claras (p.ex. cantar em espectáculo publico com Veronica ROJAS) e deu azo a polémicas ridículas (incidente da votação telefónica em Mila BALSERA) que desvalorizaram as suas excelentes prestações técnicas. É um grande cantor e foi excelente analista do desempenho técnico e artístico dos concorrentes, sendo em geral justo e equitativo (com excepção marcante na decisão de atribuição de um certo “9” a Anaraida).

Se Llama Copla 4 – 09.04.2011 – Gala 28 – Semi-final

© CanalSur

Actuações:

Anaraida SÁNCHEZ – “Solo vivo pá quererte, de Quintero, León e Quiroga. Vestido de MASELL.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO – “Antonio Vargas Heredia, de Mostazo e De la Oliva

© CanalSur

Fran DOBLAS – “Silencio por un torero, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ – “No me digas que no, de León e Quiroga

© CanalSur

Verónica ROJAS – “En tierra extraña, de Penella e Álvarez. Vestido de Francisco TAMARAL.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafios:

Anaraida SÁNCHEZ vs Álvaro VIZCAÍNO:

© CanalSur

Passa à final por decisão do júri: Anaraida SÁNCHEZ

*-*-*-*

Veronica ROJAS vs Alvaro HERNÁNDEZ:

© CanalSur

Passa à final por decisão do júri: Veronica ROJAS

*-*-*-*

Alvaro VIZCAÍNO vs Alvaro HERNÁNDEZ:

© CanalSur

Resultado a decidir pelo publico por votação telefónica

Se Llama Copla 4 – Gala 27 – 02.04.2011

 
Patricia DEL RÍO – “Señora, de M. Alejandro e A. Magdalena. Vestido de Sonia PEÑA.

© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ – “Trece de mayo, de León e Solano. Vestido de Aurora GAVIÑO.


© CanalSur

Isabel GENIZ – “Niña Isabel, de Montoro e Solano. Vestido de Sonia PEÑA.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO – “Tus ojos negros, de Santa Lucía, León e Quiroga


© CanalSur

Fran DOBLAS – “La copla en mi voz, de De Juan e Marvizón


© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ – “Esta pena mía, de León e Solano


© CanalSur

Verónica ROJAS – “La guapa, guapa, de Ochaíta, Valerio e Solano. Vestido de MASELL.


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

Encontraram-se no desafio final Álvaro HERNÁNDEZ, Verónica ROJAS e Patrícia DEL RÍO.

Alvaro HERNÁNDEZ – o candidato menos votado pelo público – devolveu a Veronica ROJAS a gentileza da semana passada, vindo a passagem à semi-final a decidir-se entre Álvaro e Patrícia que interpretaram “Mi jaca


© CanalSur

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

 Quanto ao júri:

Pive AMADOR : Beneficiou da instalação de uma eficaz força de interposição (Marta QUINTERO), de que poderia ter aproveitado talvez Claro, conciso, coerente.

Manuel LOMBO :

Marta QUINTERO
:

Hilario LÓPEZ MILÁN
deu passagem a Álvaro, sem contudo se atrever a motivar a sua decisão, que na nossa modesta opinião não foi a mais acertada – nem à luz das pontuações que ele próprio atribuiu, nem à luz da valoração do público.

A %d blogueros les gusta esto: