Archivo del sitio

Se Llama Copla 4 – Gala 26 – 26.03.2011

Excelente gala, que abriu com os concorrentes sobreviventes cantando Tres, tres de Ochaíta e Solano.


© CanalSur

Isabel GENIZ
teve uma das mais honrosas despedidas do programa, batendo-se com Veronica ROJAS. Terminou a sua participação em Se Llama Copla interpretando La morena de mi coplade Jofre e Castellano, resplandecente de elegância, dignidade, nobreza.


© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ
fascinou com uma magistral interpretação de Con rueda de molino“, de León e Solano. Contou com a colaboração valiosíssima dos coreógrafos Pedro e Cristina, cujo trabalho criativo, conceptual e tecnico ultrapassou os mais altos níveis a que nos têm habituado. Belo vestido de Sonia PEÑA.


© CanalSur

Patricia DEL RÍO
teve a sua merecidíssima noite de glória. Obteve 40 pontos com uma preciosa interpretação de Tus cinco toritos negrosde Benítez Carrasco e Solano. Luziu belo vestido de Pilar VERA.


© CanalSur

Isabel GENIZ cantou “Sortija de oro
de Ochaíta, Valerio e Solano, com segurança e interpretação cénica totalmente conseguida. Vestido elegantíssimo de Misura Costura.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO
esteve grande interpretando Los metales de tu vozde Gallardo Molina e Sánchez Ortega. Custa-nos entender a sua dificuldade em convencer o júri,


© CanalSur

Fran DOBLAS – “Ten cuidado
de León e Solano


© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ – “Cariá la sanluqueña
de Ochaíta, Valerio e Solano

© CanalSur

Verónica ROJAS – “Zorongo gitano
de Popular, García Lorca, Balaguer. Vestido de TAMARAL.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

 Veronica ROJAS – que o publico forçou a submeter-se ao desafio – declarou rotundamente que se enfrentaria com “el que tuviese tenido la trajetoria mas fuerte del programa“.


© CanalSur

Apesar das insistentes injunções de Eva GONZALEZ, que se empenhou (quase histriónicamente) em afastá-la do ideia de cantar contra Isabel, Veronica persistiu. Cantaram La morena de mi copla“, de Jofre e Castellano.

© CanalSur

Isabel perdeu, com imenso mérito, dignidade, nobreza. Olé por Isabel GENIZ!
 

 *-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Quanto ao júri:

 

 

Pive AMADOR : Claro, conciso, coerente.

Manuel LOMBO : Inseguro, manifestamente destabilizado pelo incidente “votação em Mila“.

Marta QUINTERO
: Calma, segura, objectiva, calorosa.

Hilario LÓPEZ MILÁN
: A serenidade dos sábios, o recuo dos clarividentes.

 

Se Llama Copla 4 – Gala 25 – 19.03.2011

Coro 4.a edição – “Me voy o no me voy de Rigel, Arozamenaz e López


© CanalSur

Patricia DEL RÍO – “Pastora Pavón de Moradiellos e Pineda Novo. Luziu com grande elegância um belissímo vestido de SEVILLANIA.


© CanalSur

Isabel GENIZ – “Chuflillas de Juan Sevillade Quintero, León e Quiroga. Belo verstido de MISURA.


© CanalSur

Verónica ROJAS – “Paloma Bravade M. Alejandro e A. Magdalena. Fascinante vestido de TAMARAL.


© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ – “La flor de los cantes de Quintero, León e Quiroga. Espectacular vestido de CAÑAVATE.


© CanalSur

Fran DOBLAS – “Soleá de Valverde, León e Quiroga


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO – “Carcelero, carcelero de Quintero, León e Quiroga


© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ – “Agüita del querer de Kola e Castellanos


© CanalSur

Mila BALSERA – “Amante de abril e mayo de Quintero, León e Quiroga. Elegante vestido negro de MARICRUZ.


© CanalSur

Juan JEREZ e Juan SERRANO – “Me nace el corazón de Juan Gabriel.


© CanalSur

Mila BALSERA vs Patricia DEL RÍO – “La Zarzamorade Quintero, León e Quiroga


© CanalSur

**** Videos do exclente canal YoutubeNunca el Tiempo es Perdido” ***

Se Llama Copla 4 – Gala 24 – 12.03.2011

Verónica ROJAS – “Cría cuervos“ de Ochaita, Valerio, Montorio e Solano. Vestido de Miguel REYES.


© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ – “Cuchillito de agonía“ de Ochaíta, Valerio e Solano. Luziu um dos mais belos vestidos desta edição, criação de Pablo LANZAROTE.


© CanalSur

Patricia DEL RÍO – “Quiéreme que tengo tela” de León e Solano. Vestido de Miguel REYES.


© CanalSur

Isabel GENIZ – “La niña de la ventera” de León e Quiroga. Vestido de Luchi CABRERA.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO – “Don Triquitraque” de Retana e Legaza.


© CanalSur

Fran DOBLAS – “La rosa del Altozano” de León e Pavón.


© CanalSur

Mila BALSERA – “Algo se me fue contigo” de Manuel Alejandro. Vestido de MASELL.


© CanalSur

Juan SERRANO – “Carceleras del Puerto” de De la Oliva e Mostazo.


© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ – “Embrujao por tu querer“ de León e Solano


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

Mais um grande desafio, em que se defrontaram Isabel GENIZ e Juan SERRANO cantandoLola la piconera, de Quintero, León e Quiroga. Venceu Isabel, com mérito.


© CanalSur


© CanalSur



Se Llama Copla 4 – Gala 23 – 05.03.2011

Parece-nos demonstrado que a abertura da votação fora das galas tem efeitos perversos e gravosos, uma vez que o seu peso na nota final de cada concorrente em cada gala nem sequer é moderado por uma ponderação judiciosa.

Atribuir 50% a uma votação telefónica que dura no mínimo uma semana (no caso desta gala… 15 dias!) totalmente dissociada das performances dos candidatos, falseia a verdade objectiva e é quase injurioso para o Júri, pois devemos ter em conta que o publico tem pouca memória, vota principalmente por impulso fora do tempo real, e que o peso das votações em tempo real na percentagem total é pouco mais que insignificante.

Compreendemos que as necessidades de financiamento da produção de um concurso tão importante como “Se Llama Copla” (sobretudo em tempo de dramáticas restrições orçamentais publicas) obriguem os responsáveis pela gestão de meios a recorrerem a todos os métodos de optimização das receitas. Mas também entendemos que o magnifico trabalho dos candidatos e do Júri não deve ser ofuscado nem minimizado, para bem da Copla, para bem da Andaluzia.

Dixit…

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

No nosso modesto entender, Patricia DEL RÍO foi a grande – e dupla – vencedora da noite. Cantou Me da miedo de la luna, de León y Quiroga, aliando perfeição técnica à transmissão impressionante do sentido profundo de uma copla que era difícil por ser de algum modo elíptica, mas também quase desconhecida. Vestido – belíssimo – de MAREV.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO engrandeceu-se interpretando A tu vera, de León y Solano. Pareceu-nos algo prejudicado na pontuação pela sua vincada originalidade, pelo selo inconfundível com que marca as suas actuações.


© CanalSur

Isabel GENIZ – “Como bandás de palomas, de Cintas y Castellanos. A postura distintíssima de Isabel – que se manifesta de forma recorrente nos seus propósitos e na sua forma de estar – associada à sua espantosa resiliência, fazem dela a maior descoberta desta edição. Luziu belo vestido de Cristo BAÑEZ.


© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ cantou La soberana, de Quintero, León y Quiroga, proporcionando alguns dos mais fascinantes minutos de toda a gala. Luziu o mais belo vestido da noite, criação de Ana TORRES.


© CanalSur

As excepcionais capacidades interpretativas de Verónica ROJAS aproveitaram ao belíssimo Poema de mi soledad, de León y Solano. Elegantemente vestida por Pablo LANZAROTE. Proporcionou pedagógica intervenção de Pive AMADOR re


© CanalSur

Mila BALSERA – “Cariño ciego, de Quintero, León y Quiroga. Vestida por Manuela GONZÁLEZ.


© CanalSur

Fran DOBLAS – “Te quiero y quiero, de Ochaíta y Solano


© CanalSur

Apesar das qualidades que evidencia, Álvaro HERNÁNDEZ não conseguiu alcançar a intensidade e quejío de Gloria ROMERO interpretando El día que nací yo, de Quintero, Guillén y Mostazo.


© CanalSur

A Juanma JEREZ coube cantar Niña Caracola, de Román, Quesada, Cervero y Carbó. O percurso de Juanma no mundo da musica será sólido, longo e cheio de sucessos.


© CanalSur

Juan SERRANO – “El maletilla, de Ochaita, Valerio y Solano


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*Desafio de altíssimo nível, em que se defrontaram Patricia DEL RÍO e Juanma JEREZ cantandoTriniá“. Venceu Patricia, não só pela interpretação exímia mas também pela especial credibilidade que lhe imprimiu. Olé por Patricia!


© CanalSur

Desafio final:


© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*
: Pertinente, sem pruridos de correcção politica, radicalmente empenhado em garantir o mais alto nível artístico ao concurso.

Quanto ao júri:

Pive AMADOR

Manuel LOMBO : Pedagógico, objectivo, correctíssimo.

Marta QUINTERO
: Sensível, perspicaz, justa e encorajadora.

Hilario LÓPEZ MILÁN
: Alma da copla, veia poética, pertinência na avaliação.

 
A %d blogueros les gusta esto: