Archivo del sitio

Se Llama Copla 5 – Gala 05 – 15.10.2011

Selina DEL RÍO – “Tu ropita con la mía, de Ochaita, Valerio e Solano. Magnifico vestido de Sonia & Isabelle.

© CanalSur

Mari Carmen MOLINA – “Como a nadie te he querío, de Montoro e Solano. Vestida por Luchi Cabrera.

© CanalSur

Jonatan SANTIAGO – “En una esquina cualquiera, de León, Molina Moles e Quiroga

© CanalSur

Álvaro DÍAZ – “Vino amargo, de Solano, Cabello e Freire

© CanalSur

Cintia MERINO – “Coplas del burrero, de Valverde, León e Quiroga. Vestido de Pilar Vera.

© CanalSur

Cristina SERRANO – “Con mis propios ojos, de Quintero, León e Quiroga. Vestido de Pablo Lanzarote.

© CanalSur

Macarena SOTO – “Percheles, de Ochaita, Valerio e Solano. Vestido de Aurora Gaviño.

© CanalSur

Juan Francisco CURADO – “Romance de la Reina Mercedes, de Quintero, León e Quiroga

© CanalSur

Rocío PELAÉZ – “Échale la red, de Murillo e Segovia. Vestida por Sonia & Isabelle.

© CanalSur

Ana Pilar CORRAL – “Embrujá por tu querer, de León e Solano. Vestido de Ana Torres.

© CanalSur

Desafio para a imunidade:

Ana Pilar CORRAL vs Macarena SOTO – “Campanera, de Naranjo, Murillo e Monreal.

© CanalSur

Desafio final:

Mari Carmen MOLINA vs Rocío GONZALEZ – “Cantáme un pasodoble español, de Leblanc e Lamber.

© CanalSur

O jurí decidiu manter Mari Carmen MOLINA no grupo dos concorrentes, decisão que reputamos sábia e com significativo valor acrescentado para a qualidade global do concurso.

Anuncios

Se Llama Copla 4 – Gala 16 – 15.01.2011

Gala em que se manifestou alguma tensão que supomos ter origem no esforço acrescido que a segunda fase do concurso impõe aos concorrentes.

Remedios CASTRO defendeu com brilho e convicçao Ay Torre, Torremolinos de León e Solano. Elegantíssimo vestido de Aurora GAVIÑO.

© CanalSur

Isabel GENIZ interpretou Los peregrinitos, baseada em música popular e poema de Federico GARCIA LORCA, emprestando-lhe a sua imensa graça, sentido cénico e rigor na execução. Isabel distinguiu-se uma vez mais pela objectividade, equilíbrio e contenção de propósitos ao ser interrogada sobre as declarações intoleráveis feitas por Inma GARCIA II fora de cena no final da passada gala. Vestida por CAÑAVATE.

© CanalSur

Verónica ROJAS
esteve perfeita em Tu ropita con la mía (Ochaíta, Valerio e Solano). Confirma a sua excepcional polivalência e a mestria com que se adapta a qualquer registo. Luziu brilhante criação de Pilar VERA.


© CanalSur

Álvaro VIZCAÍNO deu-nos um dos mais belos e intensos momentos de todas as edições de Se Llama Copla, interpretando uma pessoalíssima versão de La niña de fuego (Quintero, León e Quiroga). O cordobez é um dos maiores valores descobertos pelo concurso, e este blog augura-lhe uma grande carreira musical.

© CanalSur

Mila BALSERA bordou Clavá en mi amargura de Llabrés, M. Molés e Gordillo. Vestida por Manuela GONZÁLEZ.

© CanalSur

Anaraida SÁNCHEZ
explorou com impressionante segurança, rigor na execução e sentimento invulgar a grande copla No puedo vivir contigo“, de Quintero, León e Quiroga. Belo vestido de Ana TORRES.

© CanalSur

Patricia DEL RÍO prossegue segura e precisa um notavel percurso. Cantou A ciegas de Quintero, León e Quiroga. Vestido de Miguel REYES.

© CanalSur

Juanma JEREZ interpretou com mestria absoluta Ay Malvalocade Quintero, León e Quiroga.

© CanalSur

Álvaro HERNÁNDEZ: excelente interpretaçao do Romance de la Reina Mercedes“, de Quintero, León e Quiroga.

© CanalSur

Juan SERRANODinero e riquezas de Gallardo, Ortega e Salazar

© CanalSur


*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Desafio final:

Defrontaram-se Mariló RUIZ e Alvaro HERNANDEZ cantando Falsa monea, de Perelló, Cantabrana e Mostazo.

Mariló RUIZ não ousou aproveitar a sugestão de Anaraida, que lhe deu a possibilidade de enriquecer a sua última presença em Se Llama Copla disputando o desafio com Veronica ROJAS.

A passagem de Alvaro foi fácil e linear.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Quanto ao júri:

Pive AMADOR: sem reparos.
Manuel LOMBO
: sem reparos.

Marta QUINTERO
: sem reparos.
Hilario LÓPEZ
: sem reparos.

Se Llama Copla – 2009/2010 – Gala 21 – 6.02.2010

Convidados: Los del rio. Presença agradável, apaziguadora. Ligeiras incoerêcias de pontuação.

As melhores presenças da noite:

Raquel, que continua a surpreender. Cantou Soltera yo no me quedo com notável fluência rítmica, dicção perfeita, integração sem falha com os bailarinos.


© CanalSur

Alejandra, que passou por mais uma prova de fogo ao interpretar La Salinera” – mais uma copla requintadíssima, e demonstrando em directo a importância do reportório na construção de uma presença de alta qualidade no programa. Tivemos alguma dificuldade em compreender a severidade com que o júri a pontuou.


© CanalSur

Laura, que vimos invulgarmente bem cantando Mi niño macareno

© CanalSur

e que bordou com grande nível artístico e musical Lola la Piconera no desafio que a opôs a Juan Carlos:

© CanalSur

Vestido espectacular e originalíssimo do criador cordobês Eduardo ALGABA.

Juan Carlos MATA, pela arte com que cantouLa Lirio”; pela desenvoltura que demonstrou ao ser capaz de tomar distancia em relação à votação do júri para declarar a sua admiração pela beleza da bailarina; e – sobretudo!!! – pela elevação, dignidade e elegância com que assumiu a sua partida do concurso.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Tiveram actuações de destaque nesta Gala 21:

Verónica CARMONA, cantando Que me perdone Dios com suma graça, à vontade e segurança cada vez maior.

© CanalSur

Nazaret COMPAZ
, cada vez mais segura e retirando a máxima vantagem da sua longa experiência televisiva, deu-nos uma belíssima versão deComo a nadie te he querío”, a que, no nosso modesto entender, só faltou alguma doçura em estrofes que manifestamente a requerem.

© CanalSur

Abraham RUIZ impressionou cantando Trece de mayo, tão só se notando ligeira sobre-actuação.

© CanalSur

Sandra ARCO
, que aplicou toda a sua arte em Sortija de oro”, copla algo insonsa, que adquiriu algum sabor graças exclusivamente às qualidades da candidata.

© CanalSur

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Sobre o júri:

Pepe GOMEZ: correcto, equilibrado, pertinente.

Maria JIMÉNEZ parece ter encontrado o tempo e o modo perfeitos para o programa. Objectiva e critica, evidenciou um saudável e pertinente sentido de humor.

Hilário LOPEZ surpreendeu-nos pela sua adesão sem reservas ao critério da qualidade artística quando decidiu a sorte de Laura, pois trata-se de batalha até agora travada a solo por Pive AMADOR.

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Pive AMADOR decidiu sem qualquer dificuldade ou hesitação a sorte dos candidatos aos desafio, confirmando pela prática a teoria da supremacia da arte sobre o esforço que sempre defendeu.

2M

A %d blogueros les gusta esto: